• Ana Cláudia Sousa

Poema musicado


No Dia Internacional das Mulheres, publicamos o poema "Assim eu vejo a vida" de Cora Coralina, declamado e musicado pela aluna Diana Soares, no âmbito da disciplina de Informática Aplicada à Música.


Cora Coralina é o pseudónimo de Anna Lins dos Guimarães Peixoto Bretas (1889—1985), uma poetisa e contista, considerada uma das mais importantes escritoras brasileiras.


Assim eu vejo a vida


A vida tem duas faces:

Positiva e negativa

O passado foi duro

mas deixou o seu legado

Saber viver é a grande sabedoria

Que eu possa dignificar

Minha condição de mulher,

Aceitar suas limitações

E me fazer pedra de segurança

dos valores que vão desmoronando.

Nasci em tempos rudes

Aceitei contradições

lutas e pedras

como lições de vida

e delas me sirvo

Aprendi a viver.

53 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo